Agenda 2030 da ONU: objetivos para o futuro sustentável

O mundo enfrenta desafios complexos e interligados que exigem soluções audaciosas e uma visão compartilhada para o futuro. Nesse contexto, a Agenda 2030 da ONU, também conhecida como “Agenda 2030”, surgiu como uma resposta a essas demandas globais.

Conta com metas tangíveis e um apelo à ação que se estende não apenas além dos governos mas também a todas as empresas e comunidades que, ao unirem esforços, podem contribuir para a construção de um futuro verdadeiramente sustentável e inclusivo.

Neste artigo, vamos detalhar o que é a Agenda 2030 da ONU, explorando os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) presentes no documento e o impacto que pode ter no destino do planeta. 

Por isso, continue a leitura e saiba como essa agenda se tornou uma referência em direção a um futuro mais equitativo. Acompanhe!

O que é a Agenda 2030 da ONU?

A Agenda 2030 da ONU representa um compromisso coletivo de 193 países-membros das Nações Unidas em direção a um futuro mais sustentável e inclusivo.

Fazem parte dos desafios abordados nessa agenda:

  • Erradicação da pobreza e da fome;
  • Promoção da igualdade de gênero;
  • Proteção do meio ambiente;
  • Incentivo a cidades sustentáveis;
  • Combate a agentes de mudança do clima.

Essa agenda foi oficialmente adotada em setembro de 2015, durante a Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, em Nova York, e entrou em vigor no início de 2016. 

Ela é composta por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), cada um com metas específicas que abrangem diversas áreas do desenvolvimento econômico, social e ambiental.

O grande diferencial da Agenda 2030 é que ela não se limita aos governos, mas busca envolver ativamente a sociedade civil, empresas, organizações não governamentais.

Isso significa que cada um de nós desempenha um papel vital na consecução desses objetivos globais, contribuindo para um futuro mais promissor para as atuais e futuras gerações. 

Agenda 2030 no Brasil

Desde a adoção da Agenda 2030 em nível internacional, empresas, ONGs e membros da sociedade civil brasileira vêm trabalhando ativamente em parceria com órgãos governamentais para implementar os objetivos em sua realidade nacional.

Entre as principais ações articuladas no Brasil, visando implementar a Agenda 2030 da ONU no país, estão:

  • Plataforma ODS do IBGE: em 2018, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) criou a Plataforma ODS. Ela oferece indicadores globais para o acompanhamento dos ODS, fornecendo informações detalhadas sobre o progresso do Brasil em relação a cada objetivo;
  • Comissão Nacional para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável: por meio do Decreto Presidencial n. 8.892/16, foi criada a Comissão Nacional para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Essa comissão é responsável por conduzir o processo de articulação, mobilização e diálogo com os entes federativos e a sociedade civil, reforçando a transparência na implementação da Agenda 2030;
  • Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030): criado em setembro de 2014, o GT Agenda 2030 trabalha na divulgação dos ODS, na mobilização da sociedade civil e na incidência política junto ao governo brasileiro e ao sistema das Nações Unidas para sua implementação;
  • Plataforma Nacional do Voluntariado: em 2018, o Governo Federal e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) lançaram a Plataforma Nacional do Voluntariado. Essa iniciativa incentiva a participação dos brasileiros na implementação dos ODS e fortalece o terceiro setor.

A seguir, vamos explicar os 17 ODS em detalhes e entender como eles propõem a base de um caminho mais justo e sustentável até o ano 2030.

Conheça os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Como já citamos anteriormente, a Agenda 2030 da ONU é composta por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), cada um deles com metas específicas que abrangem áreas cruciais para o desenvolvimento sustentável do nosso planeta. 

Esses objetivos foram concebidos para serem interconectados e indivisíveis, reconhecendo que não podemos avançar em um sem considerar os outros. 

Agora, confira abaixo cada um desses objetivos, compreendendo como eles contribuem para o futuro do planeta e da sociedade global. Veja:

1. Eliminação da pobreza

O primeiro propósito da Agenda 2030 é evidente: erradicar a pobreza em todas as suas manifestações, em todos os locais.

Portanto, isso envolve a implementação de medidas, iniciativas e estratégias que assegurem a subsistência para todos e diminuam a exposição e a fragilidade das classes mais desfavorecidas.

2. Eliminação da fome e promoção da agricultura sustentável

O segundo objetivo visa eliminar a fome, garantir a segurança alimentar, aprimorar a nutrição e incentivar a agricultura sustentável.

3. Saúde e bem-estar

O terceiro objetivo visa garantir uma vida saudável e promover o bem-estar para todas as pessoas, em todas as idades. Esse ODS inclui metas como:

  • Reduzir a taxa de mortalidade materna e de crianças menores de 5 anos;
  • Combater epidemias de doenças graves e transmissíveis;
  • Assegurar o acesso universal aos serviços de saúde reprodutiva, incluindo o planejamento familiar;
  • Atingir a cobertura universal de saúde.

4. Educação de qualidade

A garantia de acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, promovendo oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos é a meta a ser alcançada com base no quarto objetivo. 

Segundo o documento, o ponto de partida para tal é a promoção de medidas que facilitem o acesso à educação básica a todas as pessoas.

5. Paridade de gênero

Este propósito busca atingir a paridade de gênero e fortalecer todas as mulheres e meninas. A ONU busca eliminar todas as formas de discriminação de gênero e garantir igualdade de oportunidades em todos os aspectos da vida.

6. Fornecimento de água limpa e saneamento

O sexto objetivo visa assegurar a provisão e a administração sustentável de água limpa e saneamento para todos. Isso inclui:

  • Melhorar a qualidade da água;
  • Reduzir a poluição;
  • Aumentar a reciclagem globalmente.

7. Energia acessível e limpa

A ampliação do acesso a fontes de energia confiáveis, sustentáveis e modernas para todos é a base do sétimo objetivo.

As medidas propostas incluem promover preços acessíveis, aumentar a participação de energias renováveis e expandir a infraestrutura de energia limpa.

8. Emprego digno e desenvolvimento econômico

O objetivo número oito visa fomentar o desenvolvimento econômico sustentável e inclusivo, a ocupação completa e produtiva e o emprego respeitável para todos. 

Além disso, ele apoia o empreendedorismo e o crescimento das micro, pequenas e médias empresas.

9. Indústria, inovação e infraestrutura

Este propósito visa estabelecer infraestruturas robustas, incentivar a industrialização inclusiva e ecológica, além de estimular a inovação. 

Ele inclui metas como aumentar o acesso das pequenas indústrias a serviços financeiros e integrá-las em cadeias de valor globais.

10. Redução das desigualdades

Tem como objetivo reduzir as desigualdades dentro e entre países. Ele procura empoderar e promover a inclusão social, econômica e política, independentemente de idade, gênero, raça ou condição econômica.

11. Metrópoles e comunidades sustentáveis

O décimo primeiro objetivo busca transformar as metrópoles e comunidades em espaços mais inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. 

Isso inclui apoiar países menos desenvolvidos na construção de infraestruturas sustentáveis e resilientes.

12. Consumo e produção responsáveis

Tem como meta garantir padrões de consumo e produção sustentáveis, incluindo a redução do desperdício de alimentos, o incentivo à economia circular e a redução da poluição.

13. Ação contra a mudança climática global

Incentiva a adoção de medidas urgentes para combater as alterações climáticas e seus impactos, aumentando a conscientização e capacidades para mitigação e adaptação.

14. Existência aquática

O décimo quarto objetivo é preservar e empregar de maneira sustentável os oceanos, mares e recursos marinhos para o progresso sustentável.

A prevenção da poluição marinha e a proteção da biodiversidade marinha são metas incluídas nesse objetivo de desenvolvimento sustentável.

15. Vida terrestre

Visa salvaguardar, restaurar e fomentar a utilização sustentável dos ecossistemas terrestres, combater a desertificação e deter a perda de biodiversidade.

16. Equidade e organizações eficientes

Visa fomentar comunidades seguras, equitativas e inclusivas, garantir a todos o acesso à justiça e estabelecer organizações eficientes, responsáveis e inclusivas em todas as esferas.

17. Parcerias e meios de implementação

Busca fortalecer os meios de implementação uma parceria global para o desenvolvimento sustentável, abrangendo áreas como:

  • Finanças;
  • Tecnologia;
  • Capacitação;
  • Comércio;
  • Questões sistêmicas.

A BluestOne, como líder na recuperação e gestão de subprodutos e resíduos sólidos com presença de concentrados de metais da América Latina, está alinhada com os objetivos de desenvolvimento sustentável.

Nossa tecnologia transforma integralmente os resíduos da mineração em produtos de alta qualidade, contribuindo para reduzir o impacto ambiental, promovendo a economia circular e o uso eficiente de recursos naturais.Quer conhecer mais sobre a BluestOne e descobrir como contribuímos na prática para a  promoção de um mundo mais sustentável? Então siga nossas redes sociais.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *